Rancho Folclórico da Casa do Povo de Vilarandelo

O Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do Povo de Vilarandelo, fundado em 1966, tem procurado ser um fiel e digno representante da singularidade da cultura tradicional transmontana, nomeadamente do seu folclore. É norteado por este principio, que tem participado em vários festivais de folclore em Portugal, nomeadamente na Expo-98, Madeira e Açores, bem como em Espanha, França, Suíça, Andorra, Hungria e Alemanha.

Todas as danças e cantares foram meticulosamente recolhidas na chamada terra fria do Nordeste Transmontano, de modo especial nos concelhos de Valpaços e Vinhais.

Nos trajes, predominam os tecidos de riscado, linho, cetim, lã e burel, a maioria de tons escuros.

Nos instrumentos musicais, uma especial referência para a gaita de foles, caixa, bombo, bandolim, concertina e realejo.

O Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do Povo de Vilarandelo está filiado na Federação de Folclore Português e no Inatel.

Segadas e Malhadas.

Este trabalho pretende ser apenas e tão só pequeno exemplo do que seriam assegadas e malhadas de antigamente. Por questões logísticas não nos foi possível arranjar uma junta de bois. Ainda assim conseguimos o carro de bois gentilmente emprestado pelo Sr. Artur de Avarenta ao qual agradecemos.

Agradecemos tamém ao Sr. José Magalhães (mais conhecido por Zé Vitorino) na sua ajuda em dicas e explicações preciosas que nos deu e á Sra. Elisabete Brandão pela cedência do espaço da eira.